Alt
Jovem ativista para a paz e educação esteve presente na sessão de apresentação oficial da 6ª edição das Conferências do Estoril.

 

Há quatro anos, Ahmad Nawaz e o seu irmão mais novo, Haris, estavam em apenas mais um dia de aulas. Nesse 16 de dezembro de 2014, a sua escola em Peshawar no Paquistão, foi atacada pelo movimento fundamentalista islâmico Taliban.
 
Cerca de 150 estudantes foram brutalmente massacrados. Haris estava entre eles. Ahmad sofreu sérios danos físicos e viu-se obrigado a fingir-se de morto para conseguir sobreviver e escapar.

Os seus ferimentos foram de tal maneira graves que os tratamentos de que necessitava não estavam disponíveis no Paquistão. O povo paquistanês apoiou-o, exigindo ao seu governo que o jovem fosse enviado para o Reino Unido para que fosse devidamente tratado.

Ahmad foi recebido no Queens Elizabeth Hospital, em Birmingham. As cirurgias foram um sucesso, mas o trauma sofrido por Ahmad e a família Nawaz era inevitável. Em conjunto, decidiram continuar as suas vidas no Reino Unido.

Os estudos de Ahmad prosseguiram na King Edwards School. Para que ataques como o que ele sofreu não se voltassem a repetir, o jovem decidiu fazer algo. Para Ahmad, o facto de ele e os seus amigos terem sido atacados numa escola só tinha um significado: os terroristas quiseram impedir-lhes o acesso à educação. 

Ahmad Nawaz acredita que a força da sociedade se encontra na educação das gerações mais novas. Segundo o próprio, para fazer deste um mundo mais pacífico, a única maneira de derrotar o terrorismo é através da criação de oportunidades para todas as crianças. No Reino Unido, Ahmad sentiu-se amado e, em 2015, começou a sua campanha.

Na altura, o seu novo país enfrentava um enorme problema: crianças que fugiam para se juntarem a grupos terroristas na Síria, Iraque e outros países. Ahmad queria falar diretamente com os jovens.

Fê-lo em várias escolas, colégios e universidades, incluindo o Eton College e a Cambridge University. Encorou os estudantes a serem change makers, relembrando-os das excelentes oportunidades que o Reino Unido lhes oferece. A campanha foi considerada um sucesso e os seus esforços foram reconhecidos.

Theresa May, Primeira-ministra do Reino Unido, convidou Ahmad Nawaz a Londres para o conhecer e agradecer publicamente. O jovem ativista para a paz e a educação foi convidado para falar em vários encontros, incluindo a House of Lords, e em vários outros eventos. Muitos destes ao lado de Malala Yousafsai – Nobel da Paz – para que ambos falassem em nome do direito à educação.

Atualmente, Ahmad Nawaz é embaixador da Anne Frank Organization e da Oxford Foundation, para além de ser um Global Youth Ambassador da World Merit Organization. Em 2018, lançou, em conjunto com o governo dbritânico, uma nova campanha.

Chamada ‘ACT’, a sua mais recente campanha quer encorajar as pessoas a ‘falarem’ – ‘ to speak out’ – para além de ainda trabalhar com o governo do Reino Unido e o Home Office em diferentes projetos.

Ahmad Nawaz tem a esperança de fazer chegar a sua mensagem sobre educação a outras partes do mundo e está entusiasmado para continuar todo o seu trabalho social com uma determinação ainda mais forte a par dos seus estudos na escola.

Prémios:
- U.K. and Europe young person of the year award
- Officially awarded by the Mayor of Birmingham for his work in the U.K.
- Award of Bravery and Resilience by the Government of Pakistan
- Honorary lifetime ambassador with the Anne Frank trust
- E muitos outros prémios atribuídos por comunidades locais.